Best Cars Web Site
Supercarros

PCC, segurança e
esportividade no limite

Clique para ampliar a imagem

O novo carro-conceito da Volvo controla continuamente
o trabalho do chassi, adequando-se a cada situação

Texto: Fabrício Samahá - Fotos: divulgação

Desenvolver um carro-conceito a partir dele é sempre uma boa forma de promover e atrair atrações para um lançamento. Partindo dessa idéia, a Volvo levou ao Salão de Paris (leia completa cobertura) o PCC, Performance Concept Car, estudo de versão esportiva e de alta tecnogia do novo S60 (saiba mais).

Trata-se do mais agressivo Volvo já concebido, o que fica evidente em suas belas linhas modificadas por acessórios aerodinâmicos. As amplas tomadas de ar do pára-choque refrigeram radiador e freios e há duas saídas de escapamento, uma de cada lado. A cor azul Laser assume diferentes tons de acordo com a incidência de luz, contrastando com o prata das saias laterais e spoilers. Rodas de magnésio da famosa BBS, utilizadas no S40 do BTCC (Campeonato Inglês de Carros de Turismo), recebem pneus 245/35.

O estilo agressivo do PCC, com rodas de 19 pol e spoilers, é só uma antevisão do sofisticado sistema desenvolvido pela Volvo e a Ohlins (clique nas imagens para ampliá-las) Clique para ampliar a imagem
O interior tem bancos especiais, com revestimento em couro de efeito metálico e apliques em nobuck, pedais de alumínio e instrumentos de fundo azul. O motor de cinco cilindros e 2,45 litros foi preparado para 300 cv de potência e mais de 40 m.kgf de torque, sendo acoplado a um câmbio de seis marchas. O grande destaque do PCC, no entanto, é o inovador chassi.

A Volvo o denomina Four-C (quatro C), Continuously Controlled Chassis Concept ou conceito de chassi continuamente controlado. Desenvolvido em parceria com a Ohlins Racing AB, conceituada empresa de projetos de alta tecnologia, o sistema coleta grande quantidade de informações sobre as condições de estrada e modo de dirigir do motorista -- 500 vezes por segundo! --, de modo a adequar continuamente a atuação de cada amortecedor a essas solicitações. Sensores de altura e de velocidade montados em cada roda detectam todo movimento da carroceria e a aderência de cada pneu.
Clique para ampliar a imagem Clique para ampliar a imagem

O sistema monitora os movimentos do veículo 500 vezes por segundo para encontrar o
melhor ajuste de suspensão. A cor azul Laser assume tons diversos conforme a luz

O sistema procura antecipar eventos. Por exemplo, em uma frenagem de emergência, os amortecedores receberão a mensagem de enrijecimento antes mesmo que os freios possam atuar. O sistema terá transmitido a eles a informação exata da desaceleração que vai ocorrer e de como o carro deve se comportar para o melhor controle.

O motorista pode selecionar três modos de operação do sistema no painel: Conforto, Esporte e Esporte Avançado. Contudo, não são modos fixos de trabalho, e sim indicações das preferências de comportamento do veículo pelo usuário. O modo Conforto otimiza a absorção de ruídos e irregularidades, enquanto o Esporte Avançado prioriza -- como se deduz -- a estabilidade e o desempenho esportivo, transmitindo ao motorista "informações" da estrada.

O PCC mantém os controles de tração e estabilidade (DSTC, Dynamic Stability and Traction Control), que atuam caso o motorista se exceda no volante. Mas, através do Four-C, ele pode escolher entre uma atuação mais antecipada ou mais tardia destes mecanismos de correção de derrapagens -- ou desativá-los, optando pelo modo Esporte Avançado.

Clique para ampliar a imagem Clique para ampliar a imagem

Interior do PCC é sóbrio, mas traz no console o seletor de modo de atuação
do sistema Four-C, explicado na figura esquerda (clique para ampliar as imagens)

Além do chassi de alta tecnologia, a Volvo aplicou a seu novo conceito uma tração integral de controle eletrônico, desenvolvida junto da renomada empresa sueca Haldex. O sistema comunica-se continuamente com a central eletrônica do carro, de modo a encontrar a distribuição de torque entre as rodas ideal para cada situação. A aplicação e desaplicação de força às rodas é tão rápida que tendências de sobresterço (saída de traseira) e subesterço (saída de frente) podem ser controladas com grande precisão.

Segundo a Volvo, os estudos desenvolvidos com o PCC mostrarão os melhores caminhos para os futuros sedãs esportivos da marca. A empresa tão identificada com segurança estará, melhor do que nunca, aliando esta importante qualidade a um dirigir rápido e estimulante.

Página principal - e-mail

© Copyright 2000 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados