Best Cars Web Site
Pontualidade britânica
Um novo motor V12, com tecnologia Cosworth e 428 cv, chega na hora exata para revitalizar o Aston Martin DB7
Texto: Roberto Silva

Palco de vários lançamentos todos os anos, o Salão de Genebra de 1999 não fugiu à regra. A Aston Martin apresentou sua nova, e talvez melhor, versão do belíssimo DB7. Sem desprezar o prestígio e a qualidade do BMW Z3, percebe-se que James Bond fez um mau negócio ao trocar seus modelos Aston Martin (saiba mais sobre os clássicos DB) pelo roadster da marca alemã.

Clique para ampliar a imagem Clique para ampliar a imagem

A agressividade do cupê ou o charme e descontração do Cabriolet? Em ambos, apenas ligeiros retoques identificam o que há sob o capô (clique para ampliar as imagens)

O DB7 é o carro de maior sucesso que a Aston Martin já construiu. É disponível na configuração cupê e na conversível, esta chamada de Volante pela marca. Até então vinha equipado apenas com um seis-cilindros de 24 válvulas, turbinado, que rende 340 cv. Este motor, que permanece disponível, é proveniente da Jaguar, também de propriedade da Ford desde 1994.

A nova versão, chamada de Vantage e lançada neste final de ano, traz um inédito motor V12. Capaz de produzir 428 cv a 6.000 rpm de potência e 55,2 m.kgf a 5.000 rpm de torque, é fruto do centro de pesquisas da Ford junto com a Cosworth (empresa de competição também controlada pela Ford) e Aston Martin. Derivado da fusão de dois V6 Duratec do Taurus, incorpora o que há de mais atual em tecnologia. É também feito com avançados processos de manufatura de ligas de alumínio da Cosworth, junto com os motores Ford Cosworth V10 CRI de Formula 1 e os V8 turbo da Fórmula Mundial.

Usina de força: o V12, fruto da fusão de dois motores de Taurus, tem gerenciamento eletrônico de ponta, 48 válvulas e 55,2 m.kgf de torque

O novo motor possui quatro válvulas por cilindro e é comandado pelo sofisticado sistema eletrônico da Visteon, com capacidade para processar 1,6 milhões de comandos por segundo. Foram 24 meses de desenvolvimento e testes com o DB7 V12. O carro rodou mais de 800.000 km em temperaturas entre -30°C e 45°C. No teste acelerado foi submetido por 48 horas a uma média de 265 km/h. Continua

Supercarros - Página principal - e-mail

© Copyright 1999/2001 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados